-------- Pesquisar Neste Blog --------

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Poesia - Doce Ilusão/ Samuel Tenório

Poesia - Doce Ilusão/ Samuel Tenório


DOCE ILUSÃO

Doe, doe, uma perda sem igual
Os dias mais belo e genial
Passou-se como uma nuvem
Submergida pelo vento.
A todo o momento vem
Na minha mente as lembranças
Do que vivemos desde criança;
Uma amizade valorativa
Que não há mais evento
Para trazer de volta
Esplendente felicidade
Não mais existe na simplicidade.

Tudo que sobrou de mim
Foi um amor sem fim,
Não pude encobrir a verdade
Conhecendo que ia acabar
Definitivo com nossa amizade
Restringi qualquer conselho.
De frente ao espelho
Eu jurei para ti revelar
O amor preso no meu coração,
Não mais admitia viver uma fração
De um segundo, nessa doce ilusão.

Escritor Samuel Tenório
29 de maio de 2016



Você Pode Gostar! CLIQUE:


Poesia: Sem Chamar Atenção (Samuel Tenório)
Mote: A Palmada Da Mãe Não Dói Metade Das Palmadas Que A Vida Dar Gente(Samuel Tenório)
Cordel: Independência Dos Estados Da América (Samuel Tenório)
Poesia: Nos Contornos Das Eras (Samuel Tenório)
Poesia: Eu Queria Ser Pai (Samuel Tenório)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Como Escrever um Livro e Publicar na Amazon Gratuitamente?

Quero escrever um livro! Escrever um livro é um sonho para muitos, todavia, poucos se destinam a realizá-lo. Eu quero escrever ...